OS MITOS DA CONSTRUÇÃO EM MADEIRAS

OS MITOS DA CONSTRUÇÃO EM MADEIRAS

Já ouviu dizer que a madeira não é um material muito resistente para construção de casas?

Ou de que usar a madeira para construir uma casa é sinal de fungos, mofos e cupins?

E aquela afirmação de que madeira pega fogo muito fácil?

Fica aqui que a gente vai desmistificar tudo sobre os mitos mais contados por aí.

MITO 1: Construções de madeira incentivam o desmatamento.

Aqui acontece exatamente o contrário.

Nas construções só é permitido o uso de madeiras certificadas, a fim de garantir o uso exclusivo de madeiras de reflorestamento. Isso garante que os produtores de madeira sejam responsáveis pelo cumprimento da lei que protege o desmatamento.

As madeiras reflorestadas recebem um certificado, um selo de que aquela madeira não está sendo derrubada de forma danosa ao meio ambiente, ou seja, ao derrubar uma árvore outra será plantada em seu lugar para que não cause dano ambiental, evitando assim o desmatamento. 

Vista floresta produtora de madeira. Fonte: http://www.vestra.com.br/reflorestamento.html

MITO 2: Madeira pega fogo muito fácil!

Outra grande mentira! De todos os materiais comuns na construção de edificações, a madeira é a que melhor se comporta às ações do fogo já que o aço se deforma completamente e o concreto explode. 

Na imagem abaixo, é possível ver como a madeira se comporta após algum tempo exposta ao fogo em uma temperatura próxima de 280 oC.

Após a exposição ao fogo, é possível notar que a seção da peça foi reduzida, mas grande parte ficou intacta, sendo assim, a peça ainda seria capaz de sustentar as cargas previstas para tal.

Caso fosse utilizada novamente, seria necessário apenas um novo cálculo para verificação da resistência da peça às novas cargas atuantes e remover a camada de carvão.

Detalhes da carbonização na madeira que ocorre de forma controlada.

Inclusive, um ponto muito importante em se tratando de segurança: se um prédio de estrutura de madeira estiver em chamas, aumentam as chances das pessoas saírem do edifício a tempo!

MITO 3: A madeira gera fungos, atrai cupins e isso pode afetar a resistência da madeira.

Outro mito ultrapassado. Atualmente, existem diversas tecnologias que auxiliam nas formas de proteção da madeira contra a umidade, fungos e bactérias.

No processo de fabricação, as peças de madeira passam pelas autoclaves para retirar a quantidade de umidade necessária e logo após essa etapa recebem tratamentos e camadas de películas protetoras contra a umidade e bichos.

São tratamentos necessários a fim de cumprir os rigorosos testes de resistência e durabilidade da peça.

Usina de Tratamento de Madeira (autoclave ao fundo) (madeiras no carregamento)

MITO 4: A madeira não é um material resistente.

Há quem diga que a madeira não é resistente, mas essa é uma informação sem fundamentos.

Com a cola utilizada nas madeiras engenheiradas, elas se tornam tão resistentes quanto ao aço. Junto com o tratamento anti umidade e fúngico, existem tratamentos que atuam diretamente na conservação da madeira que aumentam a resistência da madeira.

É claro que a madeira sozinha terá certas limitações, mas com estudos e tecnologia ao nosso favor, é possível sim realizar grandes empreendimentos com a madeira e ainda assim realizar ações sustentáveis em prol da nossa natureza.

É cada vez mais importante a presença da madeira na construção civil.

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Categorias

Mais Sobre Nós

Fique por dentro!

Seja avisado sempre que surgir conteúdo novo!

Veja também: